Jovens adultos que viveram acolhidos: autonomização desafiante [PDF]

Youngsters who lived in foster care: challenging autonomization

revistamultidisciplinar.com • Volume 1 Issue 1, May 2019, pages 89-101 | DOI: https://doi.org/10.23882/MJ1903

João Pedro Gaspar ORCID ID, IPCDHS, Universidade de Coimbra, Portugal (gasparjp@gmail.com)
Maria Fernanda Gaspar ORCID ID IPCDHS, Universidade de Coimbra, Portugal (fernandagaspar.consulta@gmail.com)
João Daniel Melo ORCID ID Plataforma PAJE - Apoio a Jovens (Ex)acolhidos, Portugal (joaodgmelo@sapo.pt)
Sara Santos, Plataforma PAJE - Apoio a Jovens (Ex)acolhidos, Portugal (saradsantos28@gmail.com)

 

 

Resumo: Em Portugal, a problemática do acolhimento residencial não é recente. A autonomização dos jovens ex-acolhidos, pela sua história de vida antes e durante a medida de acolhimento residencial, é, naturalmente, desafiante. Este artigo pretende apresentar a Plataforma PAJE - Apoio a Jovens (Ex)acolhidos, bem como fundamentar o seu aparecimento e a sua intervenção. A PAJE tem como público-alvo jovens com historial de acolhimento residencial e, tendo por base uma perspetiva holística, modelo Bioecológico (Bronfenbrenner), engloba todos os contextos onde estão ou tenham estado inseridos. Esta visão desenvolvimentista, com abordagem multidisciplinar, atua em três eixos: Apoio a ex-acolhidos; Formação em Casas de Acolhimento; Investigação científica. Contactando com a problemática a jusante, a Plataforma ao preveni-la a montante, aplica um modelo de educação não formal, direcionado para a autonomização, respeitando a individualidade, tendo por base a história de vida de cada um, promovendo uma emancipação bem-sucedida, transições favoráveis e a inclusão social.

Palavras-Chave: autonomização, contextos sociais, inclusão social, jovens

 

Abstract: In Portugal, the foster care issue is not new. The former foster home resident youngster’s autonomization is naturally defying, because of their life history before and during the time in foster care. This article aims to present Plataforma PAJE – Apoio a Jovens (Ex)acolhidos, as well as justifying its birth and intervention. PAJE’s target people are youngsters who lived in foster homes. Based on a holistic perspective, the Bioecological Model (Bronfenbrenner), it encompasses every context in which they have been included. This developmental vision, alongside with a multidisciplinary approach, acts in three axis: Support to former foster home residents; Trainingin Foster Homes; Scientific research. By contacting the downstream problem, Plataforma PAJE prevents its upstream, and applies a model of non formal education, directed towards autonomization, respecting individuality, and having each one’s life history as its work basis, promoting a successful emancipation, favorable transitions and social inclusion.

Keywords: autonomization, youth, social contexts, social inclusion

revistamultidisciplinar.com


Follow us on...


(+351) 289 800 126 | ESEC Universidade do Algarve | Campus da Penha | 8005-139 Faro | Portugal